Como lidar com cadelas e gatas prenhas

A gestação é um momento muito especial para fêmeas de qualquer espécie. No caso das cadelas e gatas, não poderia ser diferente: requer cuidados específicos e uma mudança brusca na rotina dos pets, desde o início do cio até o parto. Para entender como isso ocorre, é fundamental que os donos tenham conhecimento de algumas informações, principalmente sobre a alimentação.

O período do cio ocorre nas cadelas de pequeno porte e de grande porte, respectivamente, a partir do sétimo mês e do primeiro ano de vida. Já para as gatas, essa etapa chega a partir do sexto mês. Para ambas espécies, a duração do cio é de 21 dias.

Outra semelhança entre as duas fêmeas está no tempo da gestação, que dura aproximadamente dois meses e pode ser dividida em duas etapas. A primeira engloba os primeiros 40 dias, quando ocorre a formação básica dos fetos, dos órgãos, do sistema neural etc. Nesta fase, é essencial que o dono mantenha um equilíbrio nutricional e sempre ofereça água fresca.

Já na segunda etapa (os últimos 20 dias), é quando ocorre o desenvolvimento do feto, que cresce cerca de 75%.

Durante o período de gestação, é importante que o dono ofereça uma alimentação com maior teor de energia, minerais e vitaminas o que normalmente se faz com um alimento para filhotes. Mas, atenção, não é indicado a suplementação de cálcio, porque isso pode causar hipocalcemia pós parto – ou seja, deficiência de cálcio provocando convulsões nas fêmeas durante ou logo após o parto.

Outra dica importante é controlar o peso das cadelas e gatas durante a gestação. É natural que, com a alimentação mais frequente, elas ganhem alguns quilos, no entanto isso não pode ultrapassar os 30% do peso anterior à prenhez. Assim como é com as mulheres, engordar demais pode prejudicar no momento do parto e a saúde dos pets no futuro.

Portanto a suplementação utilizando um alimento para filhotes nas cadelas prenhes é indicado a partir do 400 dia de gestação, quando ocorre o maior ganho de peso (crescimento fetal). Já nas gatas prenhes o aumento do peso é linear, durante toda gestação, fazendo necessário a introdução do novo alimento a partir do cruzamento. A reserva de energia acumulada na gata durante o início da gestação será fundamental para a produção de leite adequado para amamentar seus filhotes. O alimento para filhotes, tanto na cadela quanto na gata, deve se estender até o desmame do último filhote.

Por fim, com a proximidade do nascimento do filhote, o dono precisa se preparar para presenciar comportamentos diferentes e, até, estranhos das mamães. As cadelas normalmente ficam bem mais quietas e podem, por exemplo, “roubar” roupas e tecidos para fazer ninhos; enquanto as gatas ficam menos sociáveis e tentam se esconder a todo momento. Tudo isso, é claro, faz parte da natureza dos animais.