Servidores pedem investigações na área de educação

As professoras e supervisoras da rede municipal de ensino formalizaram hoje de manhã no Ministério Público de Minas Gerais o pedido de investigações sobre supostas irregularidades na área de educação de Montes Claros de 2014 a 2016, inclusive sobre a liberação de verbas do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico (Fundeb). O pedido foi apresentado por um grupo de aproximadamente 10 professoras, comandadas por Iara Pimentel, Cibele Madureira e Cibele Monção. Elas citam que em junho de 2014 foi aberta a convocação para eleger os membros do Conselho Municipal de Educação, em reunião marcada pela o campus da Funorte.

Mais detalhes na edição de amanhã do Gazeta Norte Mineira, versões impressa e online. (Foto:Girleno Alencar)