Pesquisa mostrou clima agradável do bairro

No ano de 2008 o então acadêmico Diego de Sousa Ribeiro Fonseca, do curso de Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros, realizou uma pesquisa, a qual mostrou que o clima do Morada do Parque é 3,5 graus mais baixo do que da área central. Segundo ele, “o indivíduo que se propuser a sair do centro de Montes Claros e passear por pontos distintos da cidade perceberá a sensação térmica diferente ao longo do seu percurso. No centro e nos bairros São José, Vila Guilhermina, Morrinhos - áreas centrais do perímetro urbano, onde há edifícios, cobertura de asfalto e concreto - por exemplo, essa pessoa terá a sensação de maior calor, enquanto que, se passar pelos bairros Morada do Parque (região Sudoeste), Ibituruna (região Oeste), Jaraguá (região Nordeste) e Lago Norte (região Leste) perceberá uma temperatura mais amena. Não por coincidência, estes últimos lugares citados são as áreas de Montes Claros que apresentam maior arborização dentro do perímetro urbano”.

Ele salienta que o destaque da cidade como bairro com qualidade ambiental é o Morada do Parque e adjacências. É um bairro de classe média, com 2.219 moradores, pelos dados do  IBGE de 2000, área de 129.657 metros quadrados,  localizado na região sudoeste da área urbana de Montes Claros, tendo como limite ao Norte: os bairros Major Prates e Inconfidentes; ao Sul: o bairro Morada da Serra e as Chácaras Paraíso; a Leste: um vazio urbano da Chácara dos Mangues e o Chiquinho Guimarães; e a Oeste: o Jardim Liberdade e o Parque Sapucaia. No Morada do Parque, e bairros do entorno, são notados: a arborização; os parques; os espelhos d’água (lago do Parque Municipal e o Rio Vieira ou “Carrapato”); e o paisagismo no mesmo lugar.

Esse bairro tem em seu entorno uma expressiva cobertura vegetal, como o Parque Municipal e o Sapucaia, e como consequência, uma temperatura amenizada, tratando-se de uma área conhecida como “ilha de frescor”. “Facilmente, um indivíduo que queira comprovar a sensação térmica mais fresca neste lugar, poderá analisar empiricamente sua temperatura e comparar com outros bairros. Este espaço leva vantagem também, porque está numa condição topográfica intermediária de 640 metros de altitude média, de acordo com dados de GPS de navegação usado em campo, quando se observa o relevo circundante, ou seja, não está numa altitude muito elevada, tendo em vista que áreas com elevadas altitudes têm maior amplitude térmica diária.

O pesquisador afirma que o calor sensível percebido no ambiente do Morada do Parque é bem mais fresco que nos outros lugares, principalmente à noite. Essa realidade confirma a importância de uma boa inter-relação entre homem e meio ambiente. No Morada do Parque, e nos bairros vizinhos, a população tem uma relação muito saudável com o meio ambiente local. O Parque Municipal Milton Prates, inaugurado em 1969, serve de área de lazer para caminhadas, esportes ao ar livre e descanso. Ao amanhecer e ao entardecer, são os horários nos quais se nota mais fluxo de pessoas em atividade física no local. Nos finais de semana, o Parque Municipal serve de área de lazer para crianças atraídas principalmente pelo Zoológico Municipal, com seus animais exóticos, e também, por adultos interessados na tranquilidade do local. (GA)