“Nas chuvas o local fica intransitável”, contam os moradores

Para piorar a situação, não há drenagem em vários pontos da avenida, segundo os moradores. “É só chover que a água alaga tudo aqui. A porta da minha casa, mesmo, fica em uma situação complicada”, afirma dona Idália, que mora próximo ao Parque das Mangueiras.

 

LEIA MAIS | População pede conclusão de obra dentro do Parque das Mangueiras

 

Já para o motorista Carlos Soares, o problema é ainda mais complicado. “A avenida é totalmente esburacada, aí chove e a água tampa os buracos, não dá para enxergá-los. É praticamente impossível dirigir aqui sem bater forte e, consequentemente, conseguir muitos prejuízos. Por isso, quando chove, eu nem passo por aqui”, finaliza.

A PREFEITURA RESPONDE | A assessoria de comunicação da Prefeitura de Montes Claros respondeu às queixas dos moradores, em nota. “O serviço de Tapa-buracos foi temporariamente suspenso, devido ao período chuvoso, já que as condições atmosféricas atuais não permitem a fixação do material utilizado no solo, o que acarretaria em desperdício de material e de custos de mão-de-obra. A Prefeitura aguarda o final do período chuvoso para reiniciar o serviço na cidade. Mesmo assim, em dias que não chove, a Prefeitura está  fazendo o tapa-buracos, onde é emergencial. Em 2016, a Operação Tapa-Buracos recuperou 103 mil metros quadrados de asfalto, o que equivale a 25 campos oficiais de futebol”.