Moradores do bairro Vila Atlântica cobram pavimentação

Os buracos são as causas de vários acidentes no local 

O Voz da Comunidade visitou o bairro Vila Atlântica em Montes Claros e registrou os diversos problemas enfrentados pelos moradores.

Na rua Quincas, diversos moradores reclamaram da falta de urbanização e estrutura da avenida, muitos, nem conseguem passar pelo local, pois os buracos e a falta de iluminação são prejudiciais para a segurança da população. Vários moradores relataram que passam por vários problemas diariamente, por isso as pessoas que vivem na região não consideram a via como uma rua.  A comunidade está indignada com as ruas cheias de buracos, falta de asfalto, esgoto a céu aberto e lotes vagos. 

Sobram buracos, falta sinalização (Fotos: Laura Lopes)

O que se nota é abandono total. Segundo moradores, vários políticos estiveram no local com promessas, mas até o momento nada foi realizado. O drama do descaso das autoridades é algo questionado pelos moradores. Marilene Lopes de 42 anos, desacreditada, lamentou: “Aqui não tem jeito não, até o prefeito já veio olhar, mas eles não resolvem nada", destacou. 

LEIA MAIS | Esgoto a céu aberto e lote vago: preocupação dos moradores

Motoristas também reclamam das péssimas condições do local e pedem providências imediatas para solucionar o caso. Um homem que não quis se identificar, falou a nossa equipe sobre o risco de acidentes: "são tantos buracos que quase fica inviável a passagem pela rua. Temos que dirigir fazendo verdadeiras manobras para desviar deles. Além dessa dificuldade, a parte de baixo não é pavimentada”, disse o motorista. 

Graciano Soares da Fonseca tem uma criança cadeirante e ele pede ajuda das autoridades para solucionar o problema da rua, pois a locomoção no local é muito difícil. "o problema aqui na parte da minha casa é a água, já não há asfalto, nós pagamos um caminhão de concreto para tentar solucionar, mas não resolveu. Quando chove fica impossível transitar pela rua". Afirmou o morador. 

A nossa equipe foi abordada durante a reportagem por um ciclista  que não também quis se identificar e confirmou que o problema acontece também em outras ruas da região e não há possibilidade de transitar sem correr riscos nas ruas. Acidentes já foram registrados por pessoas que passavam pelo local. Yuri Audai Lopes de 26 anos já presenciou vários em virtude dos buracos espalhados pela avenida: "eu já vi muitos acidentes, o povo cai direto ai. Mais a frente tem um buraco e, como não tem sinalização, os motoristas caem com seus veículos dentro da cratera". Declarou o jovem.