Córrego está tomado pelo mato e lixo

Entre os tantos problemas, como acúmulo de lixo e um lote abandonado, os moradores estão convivendo com animais peçonhentos 

Outro problema que é destacado pelos moradores é um córrego que está localizado próximo à rua. Atualmente ele [o córrego] está interditado por acumulo de lixo, jogado por diversas pessoas. O problema é que, com as chuvas, os obstáculos enfrentados pelas pessoas que vivem ali dobram, pois animais peçonhentos são vistos em diversas casas, causando medo e preocupação para os que vivem no local.

Joice Santos Xavier foi vítima de uma picada de escorpião, há três semanas. Segundo ela, os animais vêm de lotes vagos encontrados na frente e atrás de sua casa. A moradora adverte que é perigosa essa situação, e que as pessoas deveriam se preocupar com a limpeza, tanto de suas casas como do ambiente onde jogam lixo. 

Mato tomou conta do local onde havia um córrego (Foto: Rodrigo Santos)

Martha Graziele convive com um lote vago ao lado de sua casa e muitos animais peçonhentos, como ratos, baratas e escorpiões são encontrados em sua residência. “A minha casa está localizada ao lado de um lote vago e perto do antigo córrego, e nenhum dos dois tem assistência da prefeitura para fazer uma limpeza”, relata a moradora.

Além disso, a avenida sofre com um esgoto a céu aberto. Para os moradores, é difícil, pois, animais como baratas são vistos em quase todas as casas, e em grande quantidade. Daniel Souza destaca que “se não for feita uma drenagem do esgoto, não vai adiantar asfaltar, porque em qualquer chuva desce muita água e acaba retirando todo o asfalto”.