Hospital das Clínicas acusado de fazer partos sem ter CTI neonatal

O Hospital das Clínicas, vinculado a Soebras/Funorte, está sendo acusado de fazer partos de pacientes do Norte de Minas, sem a disponibilização de leitos de neonatal para atender os possíveis casos emergenciais.

Burocracia impede moradores de assumirem casas populares

A burocracia pública está impedindo que 217 famílias carentes passem a usar as casas populares construídas no Rio do Cedro, no bairro Vila Castelo, em Montes Claros, e que foram sorteadas no dia 16 de março.

Moradores do bairro Vila Áurea reclamam da falta de pavimentação na rua

O voz da comunidade dessa semana foi até a rua “T”, no bairro Vila Áurea II, zona noroeste de Montes Claros, na qual moradores reclamam da falta de pavimentação da rua e do alto índice de poeira.

No período de chuva, moradores ficam reféns em suas casas

A chuva é outro problema relatado pelos moradores. As casas são inundadas e o tráfego de pedestres e motoristas é praticamente impossível.

Lote vago é motivo de preocupação para moradores

Em conversa com moradores, registramos mais um problema: os insetos e animais peçonhentos podem ser provenientes da grande quantidade de mato exposto na rua e em um lote.

Ruas no escuro e o aumento de assaltos

Outra situação preocupante é a falta de iluminação em vias que possuem poucas casas. Situação muito comum no bairro. Os moradores contam que já cobraram várias vezes, que sejam colocados postes de luz nesses pontos.

Caixa d’água enferrujada coloca em risco saúde dos moradores

A situação de uma das caixas d’água que ajudam no abastecimento das casas do bairro Jardim Primavera revolta os moradores.

Moradores reclamam do transporte coletivo urbano

Os moradores do Jardim Primavera que dependem do transporte coletivo urbano, contam que a espera pelo ônibus não dura menos do que 40 a 50 minutos. Apenas duas linhas passa pelo local, são elas 3301 e 3302.

Voz da Comunidade visita Jardim Primavera

Quando Denivaldo Pereira chegou ao bairro Jardim Primavera, há 29 anos, havia poucos moradores. Não tinha água encanada, nem energia elétrica. Mesmo assim, gostou do local, pela tranquilidade e por ter um terreno plano.

Área também causa muita insegurança nos moradores

A região mencionada, além de mato alto, tem uma trilha que dá acesso direto à BR-135, ou seja, muitos moradores temem que usuários de drogas ou pessoas mal intencionadas possam usar o local para se esconderem ou até fugirem.

Classificados