Quadrilha de arrombadores é desarticulada pela polícia

Segundo a Polícia Civil, o líder da quadrilha continua foragido e existe um mandado de prisão contra ele

Três membros de uma quadrilha de arrombadores, entre eles dois menores de idade, foram capturados durante uma operação da 4ª Delegacia da Polícia Civil (PC) de Montes Claros, nessa terça-feira (12). De acordo com a corporação, as investigações foram iniciadas depois do registro de vários arrombamentos em residências no bairro Jaraguá I e Planalto.

Entre as vítimas estão um agente penitenciário e um policial militar. Segundo a polícia, na casa do policial, após arrombarem e furtarem diversos objetos de valor, os marginais ainda escreveram no vidro do banheiro a sigla de uma facção criminosa, na tentativa de intimidar as forças policiais. Em todos os locais vitimados, conforme a polícia, a quadrilha furtou grande quantidade de joias, computadores, aparelhos de televisão, entre outros.

Durante as investigações a PC identificou o local onde os bandidos escondiam os objetos roubados. Tratava-se da casa do líder do bando, no bairro Jaraguá II. O criminoso, no entanto, não foi encontrado. No imóvel os policiais encontraram uma menor de idade, que seria esposa do suspeito. Ela estaria ajudando o bando a esconder boa parte dos objetos furtados nos diversos arrombamentos praticados. “As vítimas compareceram no local e reconheceram os objetos”, garantiu a polícia em nota. A menor foi apreendida em flagrante por receptação e tráfico de drogas, já que maconha também foi apreendida na casa.

Na mesma casa os policiais apreenderam um segundo menor de idade, que também estaria auxiliando no esconderijo dos materiais furtados. O terceiro suspeito encontrado na mesma abordagem, segundo a Polícia Civil, seria o responsável por levantar todas as informações sobre as vítimas e suas respectivas casas. A polícia já sabe que o terceiro suspeito trabalhava na casa de uma das vítimas. A polícia tem um mandado de prisão em aberto contra o líder do bando. “As investigações serão concluídas e a Polícia Civil irá procurar prender o restante da quadrilha já identificada”, detalhou a PC em nota.