VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE | Secretaria Municipal de Saúde está longe de alcançar meta de imunizar 75 mil pessoas

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, realizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), segue até o dia 26 de maio. Em Montes Claros, 15 mil doses da vacina já foram aplicadas, mas a meta da Prefeitura é imunizar quase 75 mil pessoas. Em nível estadual, a campanha também apresenta baixa cobertura. Até o momento, foram aplicadas apenas 1.024.297 doses da vacina em Minas, o que corresponde a pouco mais de 24% do público alvo da campanha.

Este ano, fazem parte do grupo considerado de risco para complicações por gripe, definido pelo Ministério da Saúde: crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias apóso parto); trabalhador da área da saúde; pessoas com 60 anos de idade ou mais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade, e professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula.

A meta de vacinação neste ano aumentou para para 90%, devido aos índices alcançados nos últimos anos, que ultrapassaram 80%. Em 2016, inclusive, foi o primeiro ano que este índice ultrapassou 90%, atingindo 93,5% de cobertura vacinal, segundo o Ministério.

No dia 13 de maio (sábado) será realizado o dia ‘D’ de mobilização nacional e todas as USFs estarão vacinando das 8h às 17h. A coordenadora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Maria Clara Lélis, ressalta a importância da vacinação e explica que, com ela, se diminui a mortalidade, as internações e complicações decorrentes da gripe.

"Embora muitos achem que a gripe é uma doença simples, é bom ressaltar que ela pode se agravar e, inclusive, levar uma pessoa a óbito. Por isso, a vacinação é tão importante e os grupos prioritários precisam ser imunizados. Assim, conseguiremos diminuir a mortalidade, internações e complicações decorrentes da gripe", disse.

Contraindicações | Apesar da importância da vacina, para prevenir a gripe, algumas pessoas precisam ficar atentas porque há contraindicações. Indivíduos com histórico de reação alérgica grave às proteínas do ovo, crianças menores de seis meses, e quem está com doenças febris agudas não devem receber a vacina.

Acamados podem receber vacina em casa | Está aberto o cadastramento de pessoas acamadas e residentes em casas de repouso para receberem a vacina contra o vírus influenza nos seus locais de residência. A vacinação domiciliar vale apenas para pacientes impossibilitados de se locomover, que não têm condições de ir até as Unidades de Saúde. 

De acordo com o setor de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, o cadastro deve ser feito na própria Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente. Nesse caso, o enfermeiro da unidade é que faz o agendamento e vai até o paciente para aplicar da vacina. Mais informações podem ser obtidas no setor de imunização, por meio do telefone: 3229-4336. (Foto: Divulgação)