Norte de Minas registra 286 gestantes com Zika Vírus

O Norte de Minas teve 286 gestantes com Zika Vírus no ano passado, conforme Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais. 26,8% do total do estado que registrou 1.065 casos em 26 municípios. O curioso é que Montes Claros teve 213 casos, ou seja, com 74,4% de todo Norte de Minas, a cidade de Montes Claros ficou com 20%. No total, quatro crianças nasceram com microcefalia em 2016 em Montes Claros e uma morreu. As identidades das crianças foram mantidas em sigilo, mas os pais de João e Maria tornaram publico a situação das duas crianças, quando buscaram ajuda para garantir o tratamento delas, que estão sendo alvo de pesquisas em São Paulo.

Os irmãos João e Maria, que nasceram com
microcefalia (Foto: Girleno Alencar)

O Boletim Epidemiológico mostra que foram constatados casos de gestantes com manchas vermelhas no corpo, o que pode levar a ser a Zika Vírus, nos municípios de Bonito de Minas,  Brasília de Minas, Itacarambi, Januária, Manga, Pedras de Maria da Cruz, São Francisco e São João da Ponte, que são vinculadas a Gerencia de Saúde de Januária. A cidade de Januária teve 13 casos, sendo o segundo maior do Norte de Minas.  Depois vieram Bocaiúva, Catuti, Claro dos Poções, Coração de Jesus, Cristália, Espinosa, Francisco Sá, Janaúba, Mato Verde, Monte Azul, Montes Claros, Nova Porteirinha, Salinas, São João da Lagoa, São João do Pacuí e Taiobeiras, que fazem parte da Gerencia de Saúde de Montes Claros. Pirapora teve seis casos e Várzea da Palma um caso, eles que fazem parte da Gerencia de Saúde de Pirapora.

O relatório mostra que Minas Gerais registrou ao todo, 1.568 casos notificados de gestantes com Zika, onde 1.065 foram comprovados, 424 em investigações e 79 descartados. Os dados citam ainda que em 2016 foram notificados 15.135 casos suspeitos de Zika Vírus em Minas Gerais,  482 de febre Chikungunya e 526.092 casos prováveis de dengue, com 248 óbitos. Nenhuma morte ocorreu no Norte de Minas.