Mensagem sobre contaminação com AIDS divulgada nas redes sociais deixa muita gente em alerta

No mês dedicado a ações de conscientização sobre a prevenção e o tratamento da AIDS, mensagem de um suposto soropositivo levanta questionamentos

Uma mensagem que circula nas redes sociais alerta aos montes-clarenses sobre o alastramento da AIDS na cidade, por um homem de 38 anos de idade, que residiria em Montes Claros desde 2004 e depois de saber em 2010 que seria soropositivo, passou a se relacionar sexualmente com diversas pessoas, espalhando o vírus do HIV. Na mensagem o suposto homem não se identifica. Afirma que é casado e tem uma filha e ficou revoltado com essa situação, o que levou a transmitir a doença a várias pessoas. A GAZETA alertou no mês de outubro que um adolescente de 18 anos, da cidade de Janaúba, estava adotando a mesma tática em Montes Claros, inclusive tendo suspendido o seu tratamento. O seu nome estava sendo mantido em sigilo.

 

LEIA MAIS | Sendo história real ou não, é importante saber: transmitir DSTs de forma proposital é crime

 

Na mensagem pelo whatsapp, o homem alega que não posso dizer seu nome e tampouco a profissão e explica que em 2010, mesmo casado, se envolveu com uma garota linda, doce e aparentemente saudável. “Por possuir todas essas características e ser uma jovem de boa família, assumi o risco de perder meu lar em nome de uma paixão que me destruiu. Descobri a doença quase no final do ano de 2010 juntamente com fim do romance. A partir de então minha vida perdeu completamente o sentido, aquela a quem por alguns momentos mensurei colocar no lugar de minha esposa foi capaz de me passar um vírus letal que me destruiu para sempre!”.

Ele salienta que ficou  revoltado, perdeu a família e está sentenciado a uma vida infernal de tratamento para controlar a doença ou a morte. “Entre Dezembro de 2014 e Novembro de 2015 vivi amargurado e fui para a cama sem usar preservativo com o máximo de mulheres que pude. E como sou de boa aparência, não tenha dúvida, infectei  mais mulheres, de todas as faixas etárias, que pode imaginar! Essas mulheres e adolescentes que me envolvi já ficaram com outros parceiros, que ficaram com outras, que ficaram com outros, que ficaram com outras! Ou seja, Montes Claros, Nova Esperança, Coração de Jesus, Bocaiuva, Pirapora, Januária, Janaúba, Capitão Enéas, Claro dos Poções e algumas outras cidades no norte mineiro estão tomadas pelo vírus da AIDS”.

 

LEIA MAIS | Campanhas do Governo chamam a atenção para o teste rápido

 

O homem afirma que em Novembro do ano passado aconteceu um fato que o fez repensar as atitudes e  parar de infectar as parceiras. “Sei que carrego nas costas a culpa de ter contaminado dezenas senão centenas de pessoas. Sei que dificilmente terei o perdão de Deus por ter errado tanto, pois não espalhei apenas o vírus da Aids e outras doenças que podem ser transmitidas até mesmo por um beijo. Espalhei dor e desespero à filhos que irão nascer infectados, à maridos fiéis às suas e esposas fiéis à seus maridos. À pais que ficarão sem seus filhos e filhos que ficarão órfãos. Sei que não posso voltar atrás e apagar nada do que fiz, mas posso lhe deixar ciente dos riscos que você corre hoje. Não se arrisque mais! Se você é jovem e deseja aproveitar o vigor de sua idade, previna-se! Use camisinha até na língua se puder”. (Foto: Divulgação)