Samu terá 57 municípios participando da sua eleição

O Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgência e Emergência do Norte de Minas (CISRUN) divulgou ontem ao meio-dia a lista de municípios que estão aptos a votar e serem votados na eleição da entidade, a ser realizada na quinta-feira, com a primeira chamada às 10 horas e depois, em segunda chamada às 11 horas, com qualquer quantidade. O Cisrun administra o SAMU nos 86 municípios do Norte de Minas. A divulgação acabou com o suspense sobre o risco do candidato Sebastião Carlos Chaves de Medeiros, prefeito de Pedras de Maria da Cruz estar impedido de ser candidato, como chegou a ser aventado no final de semana. Ele disputa a eleição contra José Reis Nogueira Barros, prefeito de Bonito de Minas.

A eleição do CISRUN está sendo marcada por uma forte disputa entre os deputados estaduais do Norte de Minas e revela a divisão do Estado, pois o petista Paulo Guedes está apoiando a candidatura de José Reis, com o apoio dos deputados Carlos Pimenta e Gil Pereira. Sebastião Carlos é apoiado pelo deputado Tadeuzinho Martins Leite (PMDB), com apoio do deputado Arlen Santiago, presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Paulo Guedes e Tadeuzinho são correligionários do governador Fernando Pimentel, enquanto os outros deputados fazem oposição a Pimentel.

Bastou ser deflagrado o processo eleitoral para o SAMU do Norte de Minas voltar a viver uma das suas piores crises, principalmente depois que o Estado demorou a repassar os recursos para pagar o salário de novembro aos médicos e enfermeiros, além do setor administrativo. A eleição será realizada na quinta-feira e no máximo ao meio-dia saberá quem é o presidente do Cisrun. Por sinal, o consórcio foi o primeiro criado em todo mundo nessa área e serviu de modelo para vários países, como Itália, França e Paraguai.