Bocaiuvense é destaque em festival de tatuagem

O bocaiuvense Marcelo de Souza, no destaque à esquerda, mais conhecido como Marcelo B’boy, é um dos destaques do Festival de Tatuagens, que está sendo realizado em Belo Horizonte, por ter mais de mil tatuagens espalhadas pelo corpo. O 7º ‘BH Tattoo Festival’ é um dos maiores eventos de tatuagem da capital mineira, e foi realizado na Serraria Souza Pinto, quando reuniu os adeptos e admiradores das tattoos e bodypiercing, além de 400 profissionais da área. Pelos corredores do evento, algumas pessoas chamavam a atenção e despertavam a curiosidade.

Marcelo B’boy tem o corpo totalmente tomado pelas tatuagens e piercings. Na entrevista à imprensa, ele afirma que acumula mais de mil figuras e desenhos. “Fiz minha primeira tatuagem com 15 anos. Desde então, foi desenho atrás de desenho. Tive tanto interesse que comprei um kit de tatuador e comecei a fazer as tatuagens em mim mesmo”, comenta. Um dos elementos que mais chamam atenção – e não são poucos! – no Marcelo B’boy é o olho completamente tatuado na cor azul. O mais impressionante: a tattoo foi feita por ele mesmo. “Estudei todo o processo de inserir pigmentação somente na parte branca do olho. Entrei para o banheiro e eu mesmo apliquei a agulha com a tinta”, revela. O apaixonado se profissionalizou e vive da tatuagem. “Trabalho como tatuador e ainda viajo para várias convenções e festivais”, conta.

Outra curiosidade é que as tattoos serviram pra registrar a paixão de B’boy pelo seriado do Chaves. Desenhos dos personagens Seu Madruga, Chaves, Dona Florinda e toda a turma estão espalhados pelas costas, pernas e braços. Para ele, essas estão entre suas tatuagens favoritas e mais especiais.

Já Maycon Caribe Pimenta, 26 anos, é chamado pelo apelido “Infame”. Hoje, com cerca de 80 tatuagens – inclusive com olho pintado – e vários piercings, conta que a tatuagem se tornou um estilo de vida. “Faço tatuagens e gosto de ser diferente. Não com o objetivo de causar, é simplesmente pra ser eu mesmo. É minha forma de ver a vida, me amo, gosto de como sou e me acho bonito”, comenta Infame. Segundo o jovem, a tatuagem vai muito além dos desenhos. “É um estilo de vida e uma mistura de cultura com o rock’n’roll, o motociclismo e o bodypiercing”, completa.

Quando perguntado sobre a importância da tatuagem, Maycon é tomado pela emoção. “Tatuagem pra mim é tudo. Colocar meu corpo como tela é arte. É vida, ar que eu respiro, expressão de tudo que vem do fundo do meu coração”. (Foto: Divulgação)