Vereador quer audiência pública para saber situação exata do município

Edmilson Magalhães (PSDB) (Foto: Divulgação)

Um dos pontos que dominou a reunião ordinária da última terça-feira foi o momento em que passa a atual administração, que, segundo o prefeito Humberto Souto (PPS), está uma verdadeira “calamidade e um caos total”. O chefe do executivo, em sua primeira medida, declarou estado de calamidade financeira no município. Até hoje os salários dos servidores não foram pagos e há muitos desencontros nas informações e, por isso, o vereador Edmilson Magalhães (PSDB) conseguiu aprovar um requerimento de sua autoria, no qual pede que seja realizada uma audiência pública, no  dia 19 de janeiro, para que o prefeito e os secretários da área econômica e administrativa possam ir à Câmara para dizer exatamente qual é a condição que se encontra a cidade, mas de forma oficial, já que, a todo momento, surge uma nova situação, e isso sem a comprovação de veracidade. “O que nós queremos é justamente tirar a pressão do prefeito, tirar todas as informações desencontradas e que seja esclarecida a real situação e onde é a mais precária, pois, assim, teremos mais condições de poder ajudar. Historicamente, todo prefeito tem cem dias para colocar a casa em dia, e o atual prefeito não está tendo, pois, segundo afirmou, a situação que encontrou é calamitosa e sem condições de governabilidade. Marcamos essa audiência para que a população, autoridades e os secretários e nós, vereadores, possamos nos inteirar da situação e de alguma forma procurar ajudar, pois o que sabemos é que a situação não é das melhores, mas não temos a real dimensão de como é de fato. Essa audiência é justamente para que tudo seja esclarecido e o prefeito possa ter mais apoio para passar por esse momento que é difícil e delicado economicamente.” Concluiu.