Como tirar férias da sobrecarga das emoções e recarregar as energias para mais uma nova etapa na vida

*Coach e Terapeuta


Não é possível viver intensamente apenas no período de férias

Vivemos numa época em que o culto ao trabalho ainda é o modelo dos tempos. Tudo gira em torno da produção. São almoços e jantares de negócios, e nas horas vagas ainda é comum roubar tempo para o trabalho extra do escritório que ficou inacabado. Assim os dias são consumidos e o tempo dissolvido em como administrar os afazeres. Então chega a tão sonhada “férias”. A expectativa de se desligar da rotina diária e curtir a aventura. Família reunida para a viagem esperada. A agência se encarregou de preencher todas as lacunas dos dias.

Mas como tirar férias dos hábitos, da sobrecarga acumulada por meses as fio? Como desligar de um instante para o outro do stress e das cobranças e se ligar num presente sem compromissos e sem grandes responsabilidades?

Para muitas pessoas não é fácil. Passaram tantas horas obcecadas pelas tarefas de cunho profissional que não conseguem desligar e aproveitar o ócio. Então trazem a mesma estratégia rígida do dia a dia para o momento que deveria ser de lazer. Estabelecem hora pra tudo e querem seguir à risca a programação previamente estabelecida sem levar em conta a individualidade dos integrantes da família.

Ao contrário de quem não consegue se desligar do trabalho, existem pessoas que acreditam que só podem sentir conforto e bem-estar quando estão viajando, descompromissadas e de férias. Pensam que não é possível encontrar tranquilidade e conforto no dia a dia, e esperam ansiosamente pra viver trinta dias por ano.

Como disse o filósofo Aristóteles: o segredo está no caminho do meio. Acredito que o importante é encontrarmos o equilíbrio entre o trabalho e o ócio. Com sensatez sermos capazes de reservar pequenos períodos para recarregar as energias e fazer disso um hábito. Talvez esse seja um dos segredos para tornar a jornada prazerosa. A vida passa rápido e não podemos viver intensamente apenas trinta dias no ano, ou nem isso. Pois se assim fizermos, no futuro teremos muitos motivos para nos lamentarmos.

Se você está de férias ou mesmo em sua jornada diária - não importa -, sempre é possível decidir que sentir-se bem é uma questão de escolha. Não importa se na aventura de uma viagem ou em meio à rotina, é possível decidir como se sentir cada dia de sua vida. É possível encontrar e alegria de viver nas pequenas coisas se ficarmos atentos para isso. De modo que, trabalhando ou de férias, tenhamos motivos para celebrar a vida. Um brinde!