BDMG apresenta linha de crédito para estimular desenvolvimento regional em municípios com baixo IDHM

 O BDMG apresentou na terça-feira (21/6) uma linha específica de crédito para empresas localizadas em municípios com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) menor do que a média do Estado, o Geraminas Social.

O produto é inédito no mercado e visa intensificar a atual estratégia do Banco de reforçar seu papel como indutor do desenvolvimento socioeconômico sustentável de Minas Gerais. No total, mais de 60 mil empresas localizadas em 406 cidades terão acesso à linha de financiamento de recursos próprios do Banco.

“A intenção é criar um mecanismo para estimular o desenvolvimento regional de forma direcionada”, diz o presidente do BDMG, Marco Crocco. “É preciso apoiar essas regiões, respeitando suas especificidades, de forma a contribuir para a redução das desigualdades em nosso Estado”, completa.

O diferencial da linha são as taxas atrativas, a partir de 1,70% ao mês, inferiores à média do mercado – que pode chegar a mais de 4%. Os prazos são maiores para quitar o financiamento, podendo chegar a 51 meses.

O público do Geraminas Social é formado por empresas com faturamento anual de até R$ 30 milhões, com mais de seis meses de atividade e instaladas em um dos 406 municípios com IDHM menor ou igual a 0,667 (média IDH M do Estado). De acordo com levantamento do Banco, mais de 60 mil empresas se encaixam neste perfil, notadamente no setor de comércio e serviços.

 Primeiros financiamentos

Na fase de testes, em que o Banco testou a aderência do produto ao mercado, 125 empresas de 10 territórios de desenvolvimento contraíram financiamentos: Alto Jequitinhonha (31 empresas), Norte (30), Médio e Baixo Jequitinhonha (29), Sul de Minas (12), Alto Caparaó (cinco), Região Metropolitana de Belo Horizonte (cinco), Vale do Mucuri (quatro), Zona da Mata (três), Rio Doce (três), Oeste (duas) e Vale do Aço (uma). Ao todo, foram liberados até agora R$ 3.472.894,00 (três milhões, quatrocentos e setenta e dois mil e oitocentos e noventa e quatro reais).

O primeiro pequeno empresário que obteve financiamento pelo Geraminas Social foi Geraldo de Jesus, da cidade de Itamarandiba, no Alto Jequitinhonha. Ele é um dos sócios da A Criativa, loja especializada em confecção, brinquedos e artigos de presentes para crianças, e financiou R$ 52 mil. “O foco do nosso pedido foi capital de giro, pois a situação financeira está apertada e já tínhamos gasto com uma ampliação recentemente da loja. Precisamos manter o negócio funcionando e este dinheiro veio para nos ajudar neste momento”, declara o empresário.

Keniely da Silva, da cidade de Brasília de Minas (Norte do Estado), é proprietária da loja Babuska, especializada em roupas para todos os públicos. Ela solicitou o financiamento do Geraminas Social para comprar seu estoque para o outono/inverno. “Com este dinheiro (R$ 5 mil), eu pude investir na loja e comprar mais peças para me preparar para as estações frias”, explica.

Já para João Batista Magalhães, o financiamento foi fundamental para o capital de giro da empresa. Foram R$ 89 mil reais para sua loja, Fascinante Móveis e Eletro, que fica na cidade de Santana do Manhuaçu (Alto Caparaó). “O BDMG faz parte da história de meu negócio. Sempre que termino um contrato eu já faço outro, porque o banco é desburocratizado e possui as melhores taxas do mercado. Se tem um banco que ajuda as empresas e os empresários, este banco é o BDMG”, afirma.

 Acesso fácil e rápido

As empresas interessadas devem encaminhar propostas pela internet (www.bdmg.mg.gov.br) ou pela rede de mais de 300 Correspondentes Bancários do BDMG espalhados pelo Estado, um deles está instalado na sede da FIEMG Regional Norte, cujo responsável é Antônio Izidro Souza. Ele explica que o valor disponibilizado para financiamento pode chegar a R$ 700 mil e que, a partir da entrega da documentação ao BDMG, a liberação do crédito é realizada em dez dias, em média. “Os recursos do Geraminas Social poderão ser utilizados para capital de giro, compra de matéria-prima, reformas e obras civis, entre outras finalidades” acrescenta Izidro.