Centro histórico de Grão Mogol é tombado

Grão Mogol uma das cidades mais belas e antigas do Norte de Minas, foi reconhecida pelo Conselho Estadual do Patrimônio Cultural de Minas Gerais (Conep), como patrimônio cultural do Estado. Com 17 mil habitantes, a cidade tem 167 anos de fundação, mais sua ocupação é muito mais antiga.  O povoado Serra de Santo Antônio do Itacambiraçu, atual Grão Mogol, teve sua origem relacionada à descoberta de diamantes no final do século 18. No ano de 1839, o lugarejo era chamado de Arraial da Serra de Grão Mogol e logo passou a atrair pessoas do país e estrangeiros, que provavelmente, atuavam na exploração de diamantes, e construíram o centro da cidade.


A decisão do tombamento, foi anunciada em reunião realizada na sede do Iepha-MG, na última terça-feira (20). O Centro Histórico de Grão Mogol se junta a outros bens culturais já protegidos por tombamento e reconhecidos como patrimônio cultural de Minas Gerais.

Mais informações na edição de amanhã do Gazeta Norte Mineira, versões impressa e online. (Foto: Divulgação)